sábado, 5 de janeiro de 2019

Senhora Mãe da Carolina

Eu estou absolutamente convencido que a Senhora ama a sua filha, Carolina! Até acredito que a Senhora é uma excelente mãe! Dos breves instantes que olhei, não me custa acreditar que o seu marido (ou namorado, ou amigo colorido, ou gajo que a anda a foder, irrelevante neste caso) seja uma besta rectangular.

Eu sei bem que às oito horas da noite faz frio! Não ignoro que o frio faça mal às crianças, que a sua filha se podia constipar! Tenho absoluta consciência que as constipações são más e que a Senhora Mãe da Carolina, como extremosa mamã, só quer o melhor para a sua filha! Mas… permita-me a pergunta: era mesmo necessário dar uma palmada na cara à miúda para ela entrar no carro?

Tolere que lhe deixe uma sugestão: que tal da próxima vez, que estiver chateada, em vez de dar uma chapada na miúda, dar duas cabeçadas com os cornos na parede? Era mais giro, não acha Senhora Dona Mãe da Carolina?

12 comentários:

  1. Acho que não é a primeira vez que te revoltas com uma mãe mas sim, mostra que pai foste e és. Beijos

    ResponderEliminar
  2. E que culpa é que a parede tinha da estupidez da senhora Dona mãe da Carolina
    Abraço

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Cuidado Produtos Chineses!!!...

    ResponderEliminar
  3. So um pai reagiria assim. Entendo perfeitamente a tua revolta ate eu fiquei. Educar sim mas sem bater. Bjs

    ResponderEliminar
  4. Muito bom!! Vou ficar com pena de a mãe da Carolina não ler!!!

    ResponderEliminar
  5. Quando assim é em publico, fará em casa...

    Hoje:- Embriagada na saudade da distancia.

    Bjos
    Votos de uma óptima Segunda-Feira.

    ResponderEliminar
  6. Então não é que a mãe da Carolina... vai fazer igualzinho, à mãe da Filipa?...
    Gajas!... Não podem ver nada!... :-))
    Isto é um teste... à nossa atenção... certo?... :-D
    Beijinhos!
    Ana

    ResponderEliminar
  7. Mas eu já li aqui algo igual ??! Acho que a Ana Freire tem razão!

    Está tudo bem contigo, Jorge! Lol

    Coisas de uma Vida
    Beijo e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  8. Seu jorge passei ká para lhe dar um abraço de serpente. Aquele caprichado ^.~

    ResponderEliminar
  9. Freud concerteza teria uma explicação fofinha e cenas para isso... eu cá acho que nem todos nasceram para ter o dom da parentalidade... infelizmente há pessoas que não sabem mais... quem sabe um dia mais tarde quando esta mãe estiver num lar, tenham pena dela coitadinha que a filha má não a vai visitar... tadinha... F#%$k

    ResponderEliminar
  10. Fiquei me perguntando se é empírico ou ficcional... Essa senhora é que precisa aprender com a filha!

    ResponderEliminar